Como tudo começou

05/02/08

IGREJAS CAEIRO-“O HOMEM E A OBRA”



Com este título, será inaugurada no próximo dia 7, às 17,30 horas, no Palácio dos Aciprestes uma exposição sobre Francisco Igrejas Caeiro.

A Simecq quer destacar aqui este acontecimento tão importante, prestando-lhe assim a homenagem que merece.

A sua vida tem sido demasiado rica para que a possamos resumir em meia dúzia de linhas.

Passados são já 90 anos desde o seu nascimento em Castanheira do Ribatejo, durante os quais, este homem, se desdobrou em inúmeras actividades. Umas ligadas à Rádio e Televisão, outras ao Teatro, outras à Política, outras ainda à Solidariedade Social e talvez mesmo algumas mais que, de momento, não me ocorrem. Foi bastante diversificado o seu campo de acção. Em tudo o que conheço ficou a marca de um Homem Bom que, estou convencida, sempre terá dado o melhor que tinha de si próprio. Contudo, quero salientar, principalmente, o forte carácter de quem sempre amou a Liberdade e até por isso sofreu sérios dissabores. Não se desviou nunca dos seus princípios, nem, que eu saiba, foi pessoa de se colocar em “bicos de pés,” sobrepondo-se aos outros, uma atitude tão pouco comum nos tempos que correm, por exemplo! Li uma definição que um seu amigo ( António Valdemar) lhe fez e que acho muito curiosa:

_”Ele é um arquitecto de consensos”.

Gostei desta frase e, a minha interpretação dela, vai no sentido da tolerância que sempre incutiu também no seu discurso e relações com os outros.

Creio ser igualmente um homem feliz…Um homem em paz consigo próprio… Transparece isso no seu semblante calmo e risonho!... A seu lado, como companheira, Irene Velez terá contribuído também para essa felicidade.

Enfim, Igrejas Caeiro, pela obra que deixa feita e que continua ainda a fazer é um exemplo de vida, impar, para todos nós. Bem haja, pois, por tudo isso!

M.A.

5 comentários:

José António disse...

.

Olá!

Vim agradecer e retribuir a visita da Fátima ao meu blog Rememorar Oeiras, aqui: http://memoeiras.blogspot.com/2008/01/amrad.html

Aproveito ainda para dar os mais sinceros Parabéns à SIMECQ pelo trabalho desenvolvido que, sei-o, não é nada fácil neste país onde se dá pouca importância à Cultura.

Sobre a exposição nos Aciprestes, faço conta de lá poder estar para a conhecer.

Encontramo-nos por lá. :)

Abraço

.

M.A.R. disse...

José António:
Muito nos honra a sua visita ao blogue da Simecq-Cultura. Esperamos que seja a primeira de muitas mais, pois é com gosto que lhe abrimos as portas. Sobre as considerações que faz sobre a pouca importância que neste País se dá aos assuntos da Cultura,embora concordando consigo , vamos, pela nossa parte, contribuindo com o pouco que temos, na esperança de que alguma destas pequenas "sementes" germine e venha a dar fruto.Melhor dizendo, tentamos despertar
em quem nos lê, apetência para ir sempre mais além na procura de novos conhecimentos.
m.a.r.

M.A.R. disse...

José António:
Muito nos honra a sua visita ao blogue da Simecq-Cultura. Esperamos que seja a primeira de muitas mais, pois é com gosto que lhe abrimos as portas. Sobre as considerações que faz sobre a pouca importância que neste País se dá aos assuntos da Cultura,embora concordando consigo , vamos, pela nossa parte, contribuindo com o pouco que temos, na esperança de que alguma destas pequenas "sementes" germine e venha a dar fruto.Melhor dizendo, tentamos despertar
em quem nos lê, apetência para ir sempre mais além na procura de novos conhecimentos.
m.a.r.

Fatima disse...

Boa noite José António! É bom receber novos amigos "em casa".
Gosto de o ver por aqui. Todos juntos vamos fazer de certeza muito pela cultura!
Até breve
Um abraço

Anónimo disse...

Por que nao:)

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização