Como tudo começou

31/05/10

Vem aí o Verão...

foto minha

fc

29/05/10

Exposição de Pintura dos jovens artistas da SIMECQ

Para que conste, saibam que esta exposição foi montada pelos próprios artistas.
Apesar da sua tenra idade (entre os 5 e os 14 anos), foi-lhes dada a tarefa de organizar os quadros, colocá-los no lugar, fazer e aplicar as etiquetas, ver se as luzes estavam correctas... tudo com a supervisão da Prof. Ana Camilo, que para além de lhes dar as aulas de pintura também os incentiva neste tipo de actividades.

O resultado foi este:

Obras da Rita, Ricardo, Sara e Sofia...

...do Ricardo e do António

... da Sofia, da Sara e do Frederico

A família acompanhou os artistas de palmo e meio. Que orgulho para todos!!!
Estas obras não estão terminados, mas mostram os vários passos do trabalho desenvolvido nas aulas de iniciação ao desenho e à pintura.
Obras de Rita, Pedro, Anthony, Catarina, Joachim e Alexandre

Aspecto geral da exposição...
É preciso olhar para a obra...

e ver o que diz a crítica..... (sim que há livro de honra!)


Parabéns artistas!
Parabéns Professoras Ana Camilo e Francisca Carvalho (coordenadora do Atelier de Artes da SIMECQ).
Um agradecimento aos pais que para além da colaboração habitual proporcionaram um excelente lanche aos artistas.

Aqueles olhinhos da pequenada hoje brilhavam e isso é muito importante para o crescimento saudável de todos eles.

fc

Salão da Primavera - Exposição de Pintura, Escultura e Fotografia 22/05 a 5/06 de 2010


Junta de Freguesia do Estoril
Rua de Santa Rita, 45
2765-281 ESTORIL

fc

28/05/10

MIRANDA DO DOURO (3ª PARTE)


video


Do nosso amigo F. Andrade já publicamos anteriormente dois posts em que foram mostradas as 1ª e 2ª partes das magníficas imagens captadas num passeio nocturno pela cidade em título. Poderão recordá-los aqui e aqui. Hoje trazemos as restantes. Mais do que possam dizer as nossas palavras falará a qualidade de mais este conjunto de fotos que, desta vez, têm como fundo musical Tchaikovky. Como receamos que os dados escritos sejam, no vídeo, pouco visíveis resolvemos, para os mais interessados, deixá-los também nesta apresentação.

Capela da Santa Cruz –sécs. XVII e XVIII (Texto do slide 4

Durante a Idade Média, as confrarias da Santa Cruz tinham o piedoso exercício do enterro dos mortos. E, apesar do aparecimento das misericórdias, que as vão substituindo naquele encargo pio, a partir dos fins do séc. XV, a casa de Santa Cruz de Miranda consegue manter-se como uma confraria muito dinâmica, tendo merecido indulgências do Papa Sisto V, em 1589.
A capela do séc. XVII foi completamente reformada na centúria seguinte, conforme nos diz a data marcada por cima do vértice do frontão, que, na sua pureza geométrica, fala a linguagem neoclássica, com ligeiras sílabas de barroco. No seu interior, pode ver-se um quadro do séc. XVIII, sobre a Invenção da Santa Cruz, de Damião Bustamane.

Igreja da Misericórdia –sécs. XVI, XVII e XVIII (Texto do slide 7)

A Santa Casa da Misericórdia foi fundada pelo bispo D. Rodrigo de Carvalho, entre 1554 e 1559. A construção da sua igreja terá ficado pronta em 1589. A janela neoclássica da fachada é do séc. XVIII. Depois da Sé, que ainda não estava concluída, o maneirismo plasmou‐se também neste templo, como nos mostra o arco de meio ponto do portal, ladeado por duas colunas toscanas, com capitéis dóricos. No interior, o retábulo do altar‐mor, o das almas e o da Senhora da Misericórdia, todos do séc. XVII, merecem uma visita atenta. Encostado ao seu lado sul, funcionou, entre 1578 e 1958, o Hospital da Santa Casa.

Castelo –sécs. XI, XIII, XV e XVII (Texto do slide 10)
Obra de D. Dinis, erguida em pequeno aparelho misto de matriz romana pela Ordem de Avis, nos finais do séc. XIII. De forma rectangular, reforçavam-na nos ângulos quatro torres. A de menagem era a maior e fechava o pátio do lado mais frágil da defesa. No canto noroeste, ainda podemos ver a porta da traição. Ao centro, abre-se o poço, com 46 degraus. No início do séc. XV, D. João I acrescentou-lhe a 5ª torre, com as suas armas na fachada sul, a única parcialmente de pé. No séc. XVII, foi envolvida a sul por uma estrutura pirobalística. Já antes, nos finais do séc. XV, a revolução da pólvora tinha obrigado à construção da barreira nova, com bocas de fogo, algumas das quais ainda se mantêm. Aqui residiram também alguns dos primeiros bispos de Miranda, na segunda metade do séc. XVI, enquanto não ficou pronto o paço episcopal. A alcáçova foi arrasada pela explosão do paiol da pólvora, em 8 de Maio de 1762, quando a cidade foi tomada pelo exército de Carlos III de Espanha, durante a Guerra dos Sete Anos que, tendo explodido na América do Norte, em 1757, precipitou, cinco anos depois, o declínio de Miranda do Douro, até então uma das maiores praças de armas de Trás-os-Montes

Esperamos que tenha sido agradável,para todos, percorrer Miranda do Douro através dos olhos deste amigo, a quem agradecemos sinceramente a partilha que fez da sua arte. Para nós foi um privilégio divulgá-la.

M.A.

26/05/10

PONTE DA ARRÁBIDA - PORTO

A Ponte da Arrábida foi a segunda das pontes rodoviárias construídas no Porto, como ligação para a zona de Vila Nova de Gaia. Das seis que ali existem duas delas destinaram-se ao tráfego ferroviário, a de D. Maria Pia (1876), agora já desactivada e que foi substituída pela de S. João, inaugurada em 24 de Junho de 1991.

Quanto às rodoviárias, a primeira foi a de D. Luís I, começada em 1881, depois veio a da Arrábida, inaugurada em 22-5-1963, a seguir a do Freixo, inaugurada em 1995 e finalmente a do Infante D. Henrique, inaugurada em 2003.

Mas, se hoje estamos a destacar a da Arrábida é porque vos queremos mostrar algumas fotografias feitas durante a sua construção. Se acaso algum dos leitores quiser saber mais dados sobre esta ponte é favor clicar aqui. Esperemos que gostem deste post e até breve.
M.A

24/05/10

O Rei no Xadrez - um jogo para a mente


O Rei é a peça mais importante do xadrez ocidental e a sua captura é o único objectivo do jogo.

Nos países lusófonos, o rei é representado pela letra R

Uma vez que não pode ser trocado durante uma partida, ele é considerado uma peça de valor inestimável.

Durante uma partida, o Rei não pode permanecer nunca sob ameaça das peças adversárias, devendo ser colocado em segurança imediatamente no movimento seguinte, caso seja atacado. As regras de etiqueta no xadrez indicam que ao ameaçar o Rei do adversário, o atacante pode quebrar o silêncio da partida e anunciar "Xeque!" e, no caso do Rei não poder escapar da captura, anunciar "Xeque-mate!".

A sua movimentação consiste no deslocamento de uma casa na direcção horizontal, vertical ou diagonal, desde que ela não esteja sob ataque do adversário. Caso ainda não tenha sido movimentado no jogo, é permitido ao Rei realizar um movimento especial denominado roque com uma das torres, com o que se pode protegê-lo deslocando-o várias casas horizontalmente, caso nenhuma das casas entre o Rei e a torre estejam sob ataque.

Há mais informações deste curioso jogo aqui, e a Federação Portuguesa de Xadrez, até o ensina a jogar aqui:

fc

22/05/10

DEZ PROVÉRBIOS DIVERTIDOS

Para os nossos leitores passarem uns minutos com boa disposição.












Esperamos que tenham gostado.
M.A.

20/05/10

SER MULHER


O facto de termos nascido mulher foi, naturalmente, condição preponderante para que, sempre, o nosso olhar se mantivesse atento ao que se ia passando, por todo o lado, e que, eventualmente, dissesse respeito ao universo feminino.

Não que os homens ficassem excluídos da nossa atenção, longe disso mas, talvez o que nos levasse a essa observação referida atrás, fosse o facto de, cedo, nos darmos conta de que, sempre se notou uma tendência para se condicionarem as mulheres a um papel de menor importância na sociedade.

Felizmente, que muitas foram as que, ao longo dos tempos, lutaram para contrariar e modificar este estado de coisas. Das acções de algumas delas falamos já neste blog e para estas e todas as outras, mesmo não mencionadas, vai sempre, a nossa homenagem e gratidão.

Lentamente, alguma evolução se tem notado e, acreditamos que a melhoria se acentuará à medida que mais mentalidades masculinas se forem também modificando.
Sabemos, no entanto, que ainda há locais onde as disparidades e desigualdades entre os dois sexos continuam inconcebíveis e revoltantes. Onde se mantêm aberrantes hábitos ancestrais e onde, inclusive, até a violência física sobre as mulheres é permitida pela religião e aceite como prática legal.

video


Como exemplo, vejam com atenção o vídeo que trago e digam, depois, se alguém poderá ouvir, de bom grado, conceitos deste género, difundidos numa estação de TV, sem sentir o estômago virar-se do avesso?

Nota- Embora este vídeo tenha data de 2006, não nos parece que, hoje em dia, por aqueles lados, as coisas estejam muito diferentes. Em Junho de 2009 publicamos um post sobre mesmo tema. Clique aqui se o quiser rever.
M.A.

18/05/10

É PRECISO ACREDITAR


Penso que nos tempos que correm, mais do que nunca precisamos de ter esperança em que, com o esforço e empenho de todos, dias melhores se atingirão.

É com esse espírito que vos oferecemos hoje este belo poema de Leonel Neves no qual anos atrás Luís Góis se inspirou para compor a música e, dar voz, a uma das mais bonitas e, julgamos que eterna, balada de Coimbra.


Mais palavras para quê? Pedimos apenas que cliquem aqui e fiquem a ouvi-la…

É preciso acreditar
É preciso acreditar

Que o sorriso de quem passa
é um bem para se guardar.
Que é luar ou sol de graça
que nos vem alumiar.
Com amor alumiar

É preciso acreditar
É preciso acreditar

Que a canção de quem trabalha
é um bem para se guardar.
Que não há nada que valha
a vontade de cantar.
A qualquer hora cantar

É preciso acreditar
É preciso acreditar

Que uma vela ao longe solta
é um bem para se guardar.
Que se um barco parte ou volta
passará no alto mar.
E que é livre o alto mar

É preciso acreditar
É preciso acreditar

Que esta chuva que nos molha
é um bem para se guardar.
Que sempre que há terra que colha
um ribeiro a despertar.
Para um pão por despertar

Esperamos que tenham gostado. Até breve.
M.A.

16/05/10

Repouso...

foto minha

...no Rio Lima
fc

14/05/10

PASTÉIS DE BELÉM


Quem, encontrando-se em Lisboa, vier visitar o Mosteiro dos Jerónimos e não for ali ao lado provar também os Pasteis de Belém será, digamos assim, como ir a Roma e não ter visto o Papa!

Diz a história que se começaram a fabricar em 1837, justamente no Convento e, até hoje a fama desta guloseima mantém-se viva, prometendo seguir por muitos mais anos ainda. Mas, para saber realmente tudo, em pormenor, faça favor de clicar aqui.

Não se pense que apenas os portugueses os conhecem; desde há muito que a sua fama atravessou também fronteiras! Se alguém disso duvidar basta-lhe chegar perto da Fábrica e seu local de venda, para reparar, seja qual for a hora do dia, nas longas filas de turistas que ali se formam, no intuito de os provar, quentinhos e bem polvilhados com canela e açúcar.

video

Apresentamos um vídeo que mostra as instalações desta antiga Fábrica e Pastelaria, decorada com bonitos azulejos azuis e brancos e onde se podem ver, também, alguns dos antigos utensílios usados para a confecção destes pastéis. Quem sabe se isto poderá ser mesmo um aliciante convite para que, quem nos leia e viva fora de Lisboa, programe, desde já, uma visita à capital!
M.A.

11/05/10

BENTO XVI EM PORTUGAL



Sabemos que os sinos das igrejas de Lisboa vão tocar às 11 horas de hoje, dia 11 de Maio, assinalando, desta forma, o desembarque do Papa Bento XVI no aeroporto da Portela.

Parece-nos bastante feliz esta forma de saudar tão ilustre figura da Igreja pois, desde sempre, o toque dos sinos acompanhou a nossa historia como manifestação de tristeza ou de alegria.
Que desta vez, o repicar dos sinos da cidade signifique a primeira expressão de Boas Vindas de todo o povo português a Sua Santidade, ao pisar solo lusitano.

Trata-se da primeira vinda deste Pontífice ao nosso país e, durante a sua estada visitará não apenas a capital, mas também Fátima e o Porto. Desta última cidade irá sair, no dia 14, às 14 horas, de regresso ao Vaticano.
Como o programa destes quatro dias já foi amplamente divulgado, não achamos necessário repeti-lo.

Fazemos sinceros votos para que o Santo Padre se sinta bem entre nós e esta seja, pois, a primeira de outras, visitas suas a Portugal.
Fc/M.A.

10/05/10

IRRACIONAIS SIM, ESTÚPIDOS NÃO!



Caros leitores:
Aqui trazemos mais um vídeo sobre o comportamento dos animais. Demos o título acima porque achamos que se ajusta perfeitamente às imagens que aparecem.

video

Qualquer dos intervenientes demonstra que soube usar, com muita inteligência, os meios ao seu alcance para atingir o fim em vista. Ora digam lá que não?
M.A.

08/05/10

POEMA DE PABLO NERUDA



Quem morre?

Morre lentamente
quem se transforma em escravo do hábito
repetindo todos os dias os mesmos trajectos,
quem não muda de marca
Não se arrisca a vestir uma nova cor
ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente
quem faz da televisão o seu guru.
Morre lentamente
quem evita uma paixão,
quem prefere o preto no branco
e os pingos sobre os "is" em detrimento de um redemoinho de emoções,
justamente as que resgatam o brilho dos olhos,
sorrisos dos bocejos,corações aos tropeços e sentimentos.
Morre lentamente
quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho,
quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho,
quem não se permite pelo menos uma vez na vida,
fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente
quem não viaja,
quem não lê,
quem não ouve música,
quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente
quem destrói o seu amor-próprio,
quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente,
quem passa os dias queixando-se da sua má sorte
ou da chuva incessante.
Morre lentamente,
quem abandona um projecto antes de iniciá-lo,
não pergunta sobre um assunto que desconhece
ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.
Evitemos a morte em doses suaves,
recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior
que o simples fato de respirar.
Somente a perseverança fará com que conquistemos
um estágio esplêndido de felicidade.

………………………………………………………………….............................

Espero que tenham gostado deste poema que hoje vos trouxe, do grande poeta chileno Pablo Neruda (12-7-1904 / 23-9-1973)

M.A

07/05/10

Exposição de Pintura "Origens" de Maria Tereza Braz


Local: Sobral de Monte Agraço na Galeria Municipal

De 8 de Maio a 5 de Junho de 2010

Inauguração: Dia 8 de Maio, pelas 18h00

Esta exposição poderá ser visitada de 3.ª Feira a Sábado, das 14h00 às 19h00.

Gratuito

Mais informações aqui

06/05/10

UM BAPTIZADO, UM ANIVERSÁRIO E... UMA SURPRESA


Uma festa de Baptizado e, também de Aniversário juntou a família e amigos no passado dia 1 de Maio. Após a cerimónia religiosa na Igreja da Parede, seria servido um almoço numa quinta próxima.

O tempo estava ameno, havia boa disposição e, o espaço onde estávamos era bastante agradável. Presentes já algumas crianças e, a estas, muitas mais, se juntariam pelo meio da tarde, para o lanche de anos, portanto, sobre o relvado estavam brinquedos apropriados às mesmas, como um escorrega insuflável e uma cama elástica. Tudo apontava, pois, para umas horas de alegre convívio, tanto para os pequenos como para os mais crescidos, como efectivamente aconteceu.
Mas, depois desta introdução, é de um outro assunto que iremos falar.

Dias antes, ao procurarmos saber mais sobre este espaço em que iríamos estar, tínhamos descoberto algo que constituiu uma novidade para nós.
Foi motivado por isso que, pouco depois da nossa chegada, nos dirigimos para uma pequenina capela existente no jardim.

Entrando nela, deparamos com uma decoração mais ou menos habitual nestes locais. Uma mesa de altar em madeira entalhada e, junto à parede fronteira, uma prateleira idêntica, sobre a qual estavam colocados um crucifixo, candelabros e jarras com flores. Nas paredes laterais, esculturas religiosas, bonitos apliques de iluminação e, umas tantas cadeiras encostadas. À direita, uma minúscula sacristia onde além de alguns paramentos vimos uma moldura antiga que assinalava uma bênção papal dirigida, pensamos nós, ao casal que primeiro habitou esta quinta.
Mas, o nosso olhar iria prender-se, especialmente, no tecto da capela, onde se localizava a razão principal do nosso interesse.
Este, construído em madeira escura, no chamado formato de masseira, com frisos em talha, mostrava em cada uma das quatro faces inclinadas, medalhões recortados, igualmente circundados por ornatos entalhados.
O que estava mais perto da porta tinha, simplesmente, um vidro, fosco, que deixava entrar a claridade.

Quanto aos outros três…Bom, desses falarão, desde já, as fotos que fizemos. É um conjunto pictórico a que foi dado o nome «PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO» e, a criação desta Santíssima Trindade nasceu, dizem-nos, dos pincéis e talento do nosso grande Mestre José Malhoa.
Nada mais sabemos sobre estas pinturas mas, adivinhamos e acreditamos, que à época, o bom gosto dos donos da casa conjugado com a fama deste grande pintor português, poderão ter estado na origem desta encomenda.
Se desejar informação mais completa sobre a quinta e seus primitivos donos. poderá clicar aqui.

Nota: Por razões que bem se compreendem, as obras originais foram retiradas, e estão substituídas por boas reproduções fotográficas.
M.A.

04/05/10

PREGAR PREGOS EM SUPERFÍCIES DURAS


Leitores:
De vez em quando gostamos de trazer aqui algumas dicas que possam ser úteis no dia a dia de todos nós.

video

Quem é que já não se arreliou, tentando espetar um prego numa parede dura e, talvez mesmo, se tenha visto obrigado a desistir desse intento? Ora, hoje, trazemos uma dica que chegou até nós, neste vídeo, via e-mail.
Confessamos que ainda não a testamos e pedimos aos leitores que o façam e nos digam se resulta realmente.
(foto da autora do post)
M.A.

02/05/10

RELÍQUIAS DE ENCANTO

…«Não houve um exacto momento na história do automóvel que se possa convencionar como o início desta grande invenção. Com efeito, os primeiros automóveis que surgiram foram fruto de sucessivas aproximações e adaptações tecnológicas que, gradualmente, se foram desenvolvendo em torno de um objectivo comum: viajar rápido, com comodidade e, sobretudo, com um mínimo de esforço para os ocupantes e um máximo de segurança…»

video

Estas são palavras transcritas da net e, se quiser ler o artigo na íntegra, apenas terá que clicar aqui. O nosso intuito foi, muito simplesmente, trazer junto do leitor este vídeo, que nos chegou num mail, onde são mostradas verdadeiras preciosidades do mundo automóvel. O seu título, escrito em francês, parece-nos também bastante bem escolhido: «Le charme de ces vieilles dames». Realmente, nem a provecta idade destas velhas senhoras, lhes conseguiu retirar nada do encanto que possuem, não concordam?
M.A.
Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização