Como tudo começou

24/01/10

CHARLIE CHAPLIN (CHARLOT)



Será que haverá algum leitor ou leitora que não se lembre de ter visto os filmes deste genial actor de cinema?
Que não se tenha divertido com o seu andar tão semelhante ao dos pinguins?
Que não tenha gargalhado com as suas corridas à frente do polícia que o perseguia, sempre intercaladas com uma ou outra mímica de troça ao agente da autoridade, quase sempre grande e gordo?
Que não se tenha emocionado quando, nas cenas dramáticas, aqueles seus olhos, exageradamente pintados, nos davam, sem que fossem necessárias palavras, a noção do verdadeiro drama?
Que não tenha sorrido, quando o romantismo tocava aquele desengonçado apaixonado de chapéu de côco e bengala e o víamos esforçando-se, com pouco jeito, por conquistar “a ingénua” que, geralmente, estava era mais inclinada para o galã da fita?
Cada um de nós, à sua maneira, terá muitas e boas recordações deste grande personagem que foi e será sempre, o Charlot.
Se desejarem ler a biografia de Charlie Chaplin convido-os a clicarem aqui
Em seguida, para uns minutos de puro divertimento deixo-lhes esta “relíquia”, um pequeno filme onde a Dança Húngara nº. 5 de Brahms serve de compasso adequado e perfeito ao trabalho de um genial barbeiro!
Esperamos que gostem, leitores.

video

M.A.

2 comentários:

Quica disse...

O filme o garoto do Charlot, marcou-me imenso.

A biografia dele foi apresentada na TV, não teve uma vida fácil, até ao ser conhecido.

Não consigo ver imagens nem som do video.

Quica disse...

Agora sim, consegui ver as imagens do video.

Fabuloso!

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização