Como tudo começou

01/07/10

JOHANN SEBASTIAN BACH, NUMA ROUPAGEM MODERNA


Descansem os leitores que não nos vamos atrever a falar deste grande compositor. Tudo quanto pudéssemos escrever ficaria sempre aquém da figura que lhe pertence, no mundo da música.

«A obra de Bach é resultado de oito séculos de contraponto e das diferentes civilizações musicais que o precederam. Elevando ao mais alto grau de perfeição todas as principais formas tradicionais, ele lega à posteridade o somatório do saber musical europeu. Bach não só copiou toda a música que lhe veio às mãos, como integrou também na sua obra as formas e melodias dos seus antecessores e contemporâneos»....
«…A obra de Bach, que é ao mesmo tempo, a conclusão e o ponto de partida de uma cultura prodigiosa, constitui o fecho de abóbada da história musical europeia»

Estas são palavras com que Roland de Candé se refere ao compositor, no seu Dicionário dos Músicos. Se acaso quiser ler a biografia de J.S. Bach queira clicar aqui.

video


O Convite que agora faço aos nossos leitores é para ouvirem esta interpretação deveras curiosa de uma das suas obras, a lindíssima “Toccata e Fuga em Ré menor, BWV 565”. Quem a executa é Robert Tiso, um artista que, como instrumento musical, apenas utiliza as mãos e uns tantos copos de cristal, com água. Custa-nos até a acreditar que, deste modo, tão simples, seja possível conseguir obter estes momentos de tão boa música.
M.A

1 comentário:

Quica disse...

Mas que imaginação.

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização