Como tudo começou

31/07/10

PORTO – AGUARELAS I


Para aqueles que tenham poucos conhecimentos em matéria de artes plásticas queremos dizer que a técnica de pintura considerada mais difícil é a da aguarela.

Fazer uma boa aguarela, implica, para além da escolha e conjunto de cores, a qualidade de pincéis e do papel, ter também a noção da sequência certa na execução dos diferentes motivos que a compõem.

video



Enquanto nas outras técnicas plásticas um erro pode ser remediado com mais uma camada de tinta, na aguarela, isso está vedado fazer.

A aguarela vive, sobretudo, da leveza das suas cores. Ouvimos até alguém dizer, um dia, que uma aguarela deve ser feita em apenas duas horas. Isto significa que um aguarelista tem que ter a capacidade de trabalhar com certa rapidez e maestria para impedir que se perca a tal frescura e transparência que dá a qualidade e, distingue uma boa obra, de tantas outras.

Este vídeo com aguarelas do Mestre Real Bordalo (se acaso não se recorda de quem é queira clicar aqui) é um bom exemplo daquilo que dissemos. Queiram, pois, os nossos leitores deliciarem-se com estas cores e, igualmente, com a voz bonita do saudoso Vasco Rafael.

M.A.

1 comentário:

Quica disse...

Tenho 2 livros deste artista. Um é sobre Lisboa o outro é das paisagens de Sintra. Falta-me o do Porto, pelas imagens no Blog aguçou-me a vontade de o ter.

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização