Como tudo começou

11/11/10

LENGA-LENGAS DA NOSSA INFÂNCIA



Pensamos que hoje, já só talvez quem seja avó ou avô é que um dia, junto dos netos lhes cante uma lenga-lenga semelhante a estas. Mas, não garantimos que a criancinha, estando tão distraída a brincar com a sua play-station, preste a atenção devida! Outros tempos, outras gentes e hábitos de vida muito diferentes…está bem de ver.
No entanto, não custa nada experimentar!

video



Quanto a nós, baixinho lhes confessamos que ao descobrir neste vídeo composto com a recolha e selecção que Luísa Ducla Soares fez sobre lenga-lengas, aquela denominada “À morte ninguém escapa”, ficamos logo com um sorriso… Deu mesmo para rever, dentro de nós, a imagem já distante, de uma garotinha, no caso presente a mais pequena da casa, de pé, sobre uma cadeira, com a assistência composta pela família chegada, declamando com grandes gestos estas rimas.
Depois recordamos ainda o “Pico-Pico Maçarico”…”A velha que tinha um gato”…e algumas mais.
Enfim, leitores, foi mais uma viagem ao baú do passado!


Luísa Ducla Soares, nascida em 20/Julho/1939, é licenciada em Filologia Germânica e tem dedicado a sua vida à literatura infantil. Clicando aqui poderá ter acesso a mais informação a seu respeito.
Até breve com um outro qualquer assunto.

(Recebido num e-mail)

M.A.

1 comentário:

Quica disse...

Vou tentar copiar estas lenga lengas. Vai ser um mais um divertimento para o meu neto.

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização