Como tudo começou

25/01/11

EDUARDO GAGEIRO



Acreditamos que, quando em Portugal se fala de fotografia, será impensável não se mencionar o nome de Eduardo Gageiro como um dos seus maiores mestres.

Nascido em Sacavém em 1935, começou a fotografar ainda criança e, contando apenas 12 anos de idade, viu já uma foto sua, ser escolhida para a primeira página de um jornal. Fez um percurso profissional notável e, felizmente que, ainda hoje, continua a encantar-nos com a sua arte.
Das sua fotos transparece não só uma técnica notável, como, em se tratando de um retrato, nós sentimos que ele capta igualmente a alma que existe para além do rosto da personagem que ali é representada.



video


Exemplo do que dizemos será, por exemplo, o vídeo que mostramos e que, estamos em crer, não deixará ninguém indiferente.
Para conhecer mais pormenorizadamente a biografia de Eduardo Gageiro poderá o leitor clicar aqui.

Até breve, leitores, noutro encontro, falando de um outro assunto qualquer que nos pareça de interesse.
M.A.

1 comentário:

Quica disse...

Um nome sonante da fotografia.
Não há dúvida que é preciso ter um dom no olhar, para captar com a objectiva algo que nos faça sentir emoção. Este fotógrafo nasceu com esse dom.

Dou um exemplo: a FC e eu fomos fotografar a praia da Cruz Quebrada, assim que entrámos na praia os olhos da FC captaram de imediato um tronco de madeira e fotografou-o, possivelmente muitas pessoas teriam passado por ele e nem se aperceberam que é uma verdadeira escultura feita pela natureza. Até o relevo da areia faz um bom enquadramento na fotografia.

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização