Como tudo começou

17/04/11

DULCE PONTES – O AMOR A PORTUGAL


Hoje, o nosso post reúne vários talentos. Música e letra bonitas, uma óptima voz, boas fotografias e boa montagem destas. Enfim, um conjunto de predicados que nos leva a imaginar que os nossos leitores irão gostar dele.

Dulce Pontes é já um nome firmado em Portugal e no estrangeiro. A sua voz é uma das mais bonitas que conhecemos e, convidamos quem nos lê a clicar aqui, se desejar obter uma informação mais pormenorizada da sua carreira.

A música e os arranjos de orquestra pertencem a Ennio Morricone, um maestro italiano também já credenciado mundialmente. Do mesmo modo, clicando aqui pode aceder aos seus dados biográficos.


video

As fotografias de Dias dos Reis formatadas por Portojo levam-nos numa viagem maravilhosa por esta nossa terra e são o complemento perfeito de tudo quanto dissemos antes. Finalmente, leiam a letra da canção.

Nestes tempos de preocupação e incerteza que vivemos, talvez O Amor a Portugal desperte em todos nós um sentimento ainda mais especial.


O AMOR A PORTUGAL

O dia há de nascer

Rasgar a escuridão

Fazer o sonho amanhecer

Ao som da canção

E então:

O amor há-de vencer

A alma libertar

Mil fogos ardem sem se ver

Na luz do nosso olhar

Na luz do nosso olhar

Um dia há de se ouvir

O cântico final

Porque afinal falta cumprir

O amor a Portugal

O amor a Portugal


P.S.-. Na pesquisa feita, tudo que lemos nos levou a supor que esta letra seja da própria Dulce Pontes. Mas não encontramos nada que, no-lo diga com exactidão. Os nossos agradecimentos a F.R. que fez a conversão de pps para vídeo.

M.A.

6 comentários:

Tété disse...

Quer a voz de Dulce Pontes, quer o poema da canção, fazem acelerar a pulsação.
Porquer será que as pessoas não entendem que deviam aproveitar o que Portugal tem de melhor e tornarem-se mais responsáveis?
Abraços

Quica disse...

Bonito poema cantado pela bela voz da Dulce Pontes, mas também os parabéns ao FR por nos proporcionar estas belas imagens.

Fernando disse...

Quica: os agradecimentos devem ser dirigidos a Portojo [Jorge Teixeira], porque foi quem formatou o PPS, autorizou a sua conversão em vídeo e o aprovou. Eu apenas lhe introduzi um som de melhor qualidade.
Obrigado Portojo.

Anónimo disse...

Tété:

Cuidado com esse acelerar da pulsação. Não queremos que o seu coração tenha problemas.
Boa observação a sua mas, o ser humano, por vezes, tem os olhos enviezados. Obrigada pela visita.

Quica:

Óptimo que tenha gostado. Como vê o F. remeteu os elogios para quem formatou o pps. Tentando equilibrar as coisas eu direi que (como acontece quase sempre) foi do esforço de várias pessoas que resultou, para os nossos leitores, um trabalho com alguma qualidade. Esse é, sempre, o nosso objectivo principal. Voltem sempre.

Anónimo disse...

Sou brasileiro e adoro esta música. Gostaria de saber quem é o autor.
Grato
Luiz Fernando Azambuja Jr.
azambuja@hotmail.com

Anónimo disse...

Musica que meche com alma lusitana tão esquecida, tanto sofrimento meu Deus , navegar é preciso, viver não é preciso!

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização