Como tudo começou

20/03/08

FOLAR


O Folar é tradicionalmente o pão da Páscoa em Portugal, um alimento ancestral fruto da mistura ritual e alquímica da água, sal, ovos e farinha de trigo. A forma o conteúdo e o segredo da confecção varia conforme as regiões de Portugal e vai desde o salgado ao doce, nas mais diversas formas.

A tradição do folar tem como base todo um ritual de partilha, solidariedade e confraternização, bem enraizado na gastronomia popular que se perde no tempo e profundamente carregado de significado simbólico e religioso.

É também a oferenda aos afilhados pelos padrinhos e dos fiéis ao padre pela época da Páscoa. Existe neste acto uma ligação muito forte entre este e o pão que Jesus repartiu com os discípulos na última ceia. Nalgumas receitas é encimado por um ovo cozido com casca, que representará simbolicamente o renascimento e Ressurreição de Jesus Cristo.

Particularmente no nordeste de Trás-os-Montes em Chaves ou Valpaços o folar é confeccionado à base de massa fofa e recheado com carne de porco, Presunto, Salpicão e Linguiça.

Pode ser considerado um verdadeiro elo de união entre o Terreno e o Divino pela carga simbólica que representa.

"Wikipédia"

fc

3 comentários:

Fatima disse...

Que bons eram os folares que a Isaura me trazia de Chaves! Que saudades.

M.A.R. disse...

Cada terra com as suas tradições. Nos meus lados não aparecem os folares.O mais parecido com eles são as "fogaças" mas que não estão ligadas à Páscoa e sim à chamada "Festa das Fogaceiras", em 20 de Janeiro, em Santa Maria da Feira.

Anónimo disse...

Ao lanche sabia bem, um folarsinho.Só temos bolachas Maria!Francisca

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização