Como tudo começou

09/09/08

O LAGO DAS TÁGIDES


De entre os leitores, quem se lembra, assim de repente, onde está situado o Lago das “Tágides”? Uns, talvez se recordem … Outros não…Mas não importa, eu digo-lhes já onde é:

Fica justamente no espaço da Expo 98, mais propriamente no chamado “Passeio das Tágides”.
Trata-se de um conjunto de esculturas em pedra mármore, que representam uma falua (barco tradicional do Tejo) e figuras femininas emergindo das águas do lago rectangular.

João Cutileiro, o autor destas esculturas chamou-lhes “Tágides” por, Camões, ter assim denominado também as ninfas que viveriam no rio Tejo e às quais ele pediu inspiração para escrever “Os Lusíadas”. As ninfas , segundo a mitologia, são seres que vivem nas águas dos rios e dos mares.

Quem o desejar, pode ir a “Os Lusíadas”, Canto I, ler as Estrofes 4 e 5, onde Camões faz, justamente, a Invocação às Tágides.

Que eu saiba, ainda não foi possível fotografar as do Tejo… deixo-lhes portanto as “Tágides” de Cutileiro, nestas duas fotos datadas de 23/09/98, altura em que decorria a Expo 98!

M.A.

12 comentários:

Patti disse...

Olha que já não passo lá há uns três ou quatro anos!

Ana Oliveira disse...

Posso deixar um recadinho para a Fatima, posso ?
Fatima, como já viu deixei um mimo para este blog, no meu, que sendo para si que conheço é também para toda a equipa que faz deste blog um espaço especial, pela cultura e sobre a cultura.
Parabéns a todos e um grande beijo à Fatima.

Ana

Gi disse...

Também eu tenho fotos destas grandes malucas!

gaia disse...

fátima: pois que não cheguei a receber o teu mail... envia novamente, pf:

romiragaia@gmail.com

Laura disse...

Que lindooo, o melhor é que eu quando acordei da anestesia e mais tarde um momento comecei a ter visões (da morfina que me deram, decerto, nemt enho duvidas)... e vi dessess eres a emergir das águas e sem estarem aflitos, é coisa que vou descrever no meu livro sobre o meu meningioma!...tal e qual, eu vi-as ehhhhhh, ele não inventou, mas em que rio? ahm, isso já é querer saber demais...ji d alaura..

M.A. disse...

Ana Oliveira:
Na qualidade de membro da equipa do Simecq Cultura quero também agradecer-lhe o mimo com que o distiguiu. Já fui ao seu blog fazer igualmente uma referência ao mesmo facto. Manifestar o seu agrado pelo que vai encontrando por aqui, será o melhor incentivo a que façamos mais e melhor. Bem haja e volte sempre.

António Inglês disse...

Olá Fátima

É um prazer renovado vira até este vosso espaço que nos vai avivando a memória cultural e não só.
Não sou de muitas visitas, como por certo já viu, e não quero com isso dizer que desconsidere os amigos por isso. Pelo contrário, não os esqueço.
Só mesmo o Cutileiro para se lembrar de "plantar" ali para os lados da Expo estas malucas que de tanto estarem na água ainda se constipam....
Cá por mim, tenho a minha "ninfa" cá em casa e menos fria.
Estou a brincar claro, que isto ainda não se recompôs desde que vim lá de cima da "nossa" terra maravilhosa.
Ainda trago na boca o sabor a canela das bolas do Natário.
Mas que posso fazer? A vida não quer mesmo que eu me mude lá para cima e não sei bem porquê...
Um dia será, prometo (se tiver tempo...)
Um grande abraço e agradeço-lhe as suas visitas mesmo comigo feito parvo...
Há fases da vida assim. Isto passa, nem que seja no dia do Juízo Final
António

Thunderlady disse...

As ninfas do Tejo são outras, ahahah, se calhar é melhor que não se deixem fotografar.

Estas do parque das nações estão belas. É uma das zonas do parque que mais "fala" connosco.

**

Pepper disse...

Ui...

Nestes últimos anos vi tantas vezes estas meninas!

Beijos

M.A. disse...

No lago fronteiro ao solar barroco da Fundação Casa de Mateus, em Vila Real, há uma figura feminina, em mármore,igualmente da autoria de João Cutileiro e que é muito semelhante a estas Tágides.

francisca disse...

Gosto muito do trabalho de João Cutileiro.
Trabalha o mármore e dá-lhe formas admiráveis.
O refeitório do meu emprego,tem uma parede toda coberta com uma paisagem alentejana, da autoria deste artista.

Fatima disse...

Ai Cutileiro...Cutileiro...
Mais as meninas do lago...
à conta destas donzelas
comentaram de todo o lado!

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização