Como tudo começou

06/07/09

MONUMENTO 11-M, EM MADRID


Todos estaremos ainda recordados do atentado de 11/3/04 na estação de Atocha, em Madrid e, creio que o pensamento de cada um de nós, será de repúdio contra esta e todas as outras formas de violência que, infelizmente, se têm vindo a verificar no mundo.

Hoje, venho falar-vos do «Monumento M-11», que foi erigido, não só em memória das 191 vítimas mortais e em homenagem aos mais de 1800 feridos deste atentado, como dedicado também a todas as outras vítimas de atentados terroristas em todo o mundo. Julgo bastante importante salientar este espírito mais abrangente.


Foi inaugurado em 11/3/07 e, na sua visão exterior, deparamo-nos com um enorme cilindro translúcido de 11,3 metros de altura, erguido na praça fronteira à estação de Atocha. Entraram nesta composição 15.100 peças de vidro, com o peso de 8,45 Kg cada uma.

A base do cilindro comunica com uma sala circular no subsolo, com a área de 492,5 m 2, pintada de azul, em cujo centro incide então a luz vinda do exterior. Os visitantes encontram-se ali, então, num ambiente de certo recolhimento e, ao serem naturalmente atraídos para a luminosidade, olhando para cima, deparam-se com inúmeras mensagens, impressas em espiral, dentro de uma “bolha também transparente” que reveste o cilindro de vidro. Estas mensagens foram escolhidas entre as milhares que, nos dias seguintes ao atentado, chegaram, de todo o mundo, dirigidas ao povo espanhol. Em várias línguas aparece bem expresso o sentimento de repúdio pela barbárie alí ocorrida.

Esta sala está pressurizada para manter no ar a tal membrana de ETFE, o material em que estão as ditas mensagens , dispensando assim qualquer outro suporte estrutural.
Sei que este monumento foi uma escolha entre 283 propostas. Ganhou o projecto apresentado por FAM um atelier de jovens arquitectos, que o criou sob o lema: “A LUZ DEDICA UM MOMENTO DO DIA A CADA PESSOA AUSENTE”
A profundidade desta frase está bem adequada ao memorial de que falamos hoje. Será bom reflectirmos nela.

(Agradeço à minha filha as fotos e informação que me possibilitaram escrever este apontamento.)

M.A.

6 comentários:

Zé disse...

É um monumento diferente de todos os que conheço; é a luz, o silêncio e a emoção que prestam homenagem às 191 vítimas de uma guerra cobarde. Sente-se, verdadeiramente, que qualquer um de nós está vulnerável.Gostei.

mjf disse...

Olá!
Homenagem linda...
Pena que tenha acontecido o desastre...

Beijocas

Fernando disse...

Seria bom que Monumentos como este levassem a todo o Mundo a mensagem que ele encerra. Mas, infelizmente, esse mundo está cego, e talvez pior do que isso, olha e não quer ver, não quer compreender a mensagem, porque se transformou num mundo irracional.

elvira carvalho disse...

Gostei do monumento, e gostei deste post que mo deu a conhecer.
Um abraço e uma boa semana

Quica disse...

Fiquei sensibilizada por esta homenagem às vitímas deste atentado terrorista.
Todos nos questionamos porquê? Tanta barbaridade!

Fatima disse...

Não conheço, mas fiquei com muita vontade de visitar.

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização