Como tudo começou

12/02/11

INSPIRAÇÃO E ARTE NA COZINHA - ESCULPIR FRUTOS E LEGUMES




Já me têm ouvido dizer, neste espaço, que admiro todos aqueles que, valendo-se de objectos banais e, até insignificantes, tiram partido deles e conseguem transformá-los em verdadeiras obras de arte.
Sem dúvida que o que apresento neste vídeo de hoje se enquadra no que disse atrás.
Só não concordo com o título que o autor(a) do vídeo lhe deu, considerando que isto é feito quando um cozinheiro não tem o que fazer. Pelo contrário, este cozinheiro, ultrapassou, em muito, aquela tarefa banal de cozinhar os alimentos apenas para serem consumidos numa refeição. Ele soube também descobrir e colocar expressão em cada legume ou fruto em que pegou, tornando cada um deles um encanto para os olhos de quem os veja.




video




As minhas homenagens a quem nos proporcionou conhecer todas estas pequenas maravilhas.
Sugiro, igualmente, que as ou os leitores mais habilidosos, tirem, neste vídeo, ideias para a próxima mesa da festa de aniversário dos filhos ou netos que tenham.
Mãos à obra e, se assim o entenderem, mandem depois as fotos do que fizeram que nós publicaremos.


(Vídeo recebido por e-mail)
M.A.

2 comentários:

BRANCAMAR disse...

Concordo contigo, numa festinha todas estas frutas e legumes ficam com um aspecto delicioso e porque não no prato diário de uma criança, sobretudo as que têm falta de apetite, é uma boa forma de lhes despertar o interesse pela comida e se querem saber isso já me foi aconselhado por uma psicóloga quando o filho mais velho era um bébé mau comilão, fazer pratos coloridos foi uma solução.

Beijinhos

M.A. disse...

Brancamar:
Claro que havendo diariamente tempo disponível as crianças seriam umas privilegiadas com estes bonecos à sua mesa. Mas, que seja uma vez por outra já será bom.
Ainda muito jóvem conheci uma garotinha que adorava vir para nossa para casa porque eu lhe dava "mananinha com geleira". A mãe veio perguntar-me do que se tratava. Era apenas banana cortada em rodelas que eu sobrepunha formando uma cobra à qual punha também olhos de chocolate.O prato era primeiro coberto com geleia de marmelo. O conjunto resultava e era fácil de executar.
Tanto com os filhos, como com os netos, o puré de batata cor de rosa ( c/ beterrava cozida)ou verde, ( c/ espinafres) sempre fez sucesso também cá por casa.
Volte sempre. Abraços.

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização