Como tudo começou

06/05/08

Aliança, mãos e dedos

Parece que o costume de usar aliança vem desde a Civilização egípcia e terão sido os Faraós os primeiros a usarem círculos de ferro no dedo anelar da mão esquerda como alegoria da Eternidade, isto pela crença de que, desse dedo, partia uma veia directa ao coração. No entanto, associada ao compromisso de honrar um contrato de casamento a aliança só apareceu popularizada pelos romanos. Os metais nobres e as pedras preciosas apenas se tornaram moda já na época Medieval.


A troca de alianças nos casamentos das religiões de várias culturas digamos que sela o compromisso que os noivos tomam, entre si nesse dia. A aliança no casamento católico, a partir do Papa Nicolas I passou a significar, simultaneamente, um acordo de união de afecto e também legal..É geralmente feita em ouro e usada no anelar da mão esquerda, mas, por exemplo, na Espanha e Áustria , pelo contrário, são colocadas no anelar da mão direita.

Tradicionalmente gravam-se nas alianças os nomes dos noivos e a data da celebração do casamento.Só após a Concordata de 1940, entre a santa Sé e o Estado Português é que se passou a fazer também troca de alianças nos casamentos civis.
Como curiosidade, na Irlanda, as alianças Claddagh, mostram também alguns outros símbolos: um coração significa amor, uma coroa, eternidade,
mãos apertadas, simbolizam amizade.

As alianças de casamento judias são um simples aro de ouro, contínuo que significa uma união pura e eterna.

As alianças de casamento russas têm três anéis entrelaçados que representam a Santíssima Trindade e cada um deles pode ter um tipo de ouro diferente, rosa, branco e amarelo.

Já agora, porque estamos dentro do tema, veja este pequeno filme sobre os dedos.....

video

Os polegares são os pais

Os indicadores são os irmãos e irmãs


Os médios somos nós mesmos

Os anelares são o marido/mulher

Os mindinhos são os filhos.

Quando se juntam os dedos como se mostra,

conseguimos separar todos os outros porque

não é suposto que os pais vivam sempre connosco,

nem os irmãos, nem os filhos...

Só não se consegue separar os anelares

Aqui ficou, para os nossos leitores interessados, um breve conjunto de notas e curiosidades sobre o uso da aliança.

M.A.

1 comentário:

EmmaTheias disse...

simplesmente adorei a ideia!

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização