Como tudo começou

04/05/08

TRIBUTO ÀS MÃES

Existirem mães,
Isso é um caso sério.
Afirmam que a mãe
Atrapalha tudo.
É facto, ela prende
Os erros da gente,
E era bem melhor
Não existir mãe.
Mas em todo o caso
Quando a vida está
Mais dura, mais vida,
Ninguém como a mãe
P’ ra aguentar a gente
Escondendo a cara
Entre os joelhos dela.
_O que você tem?...
Ela bem que sabe
Porém a pergunta
É p’ ra disfarçar.
Você mente muito
Ela faz que aceita,
E a desgraça vira
Mistério p’ ra dois.
Não vê que uma amante
Nem outra mulher
Entende a verdade
Que a gente confessa
Por trás das mentiras!
Só mesmo uma mãe...
Só mesmo essa dona
Que apesar de ter
A cara raivosa
Do filho entre os seios
Marcando-lhe a carne
Sentindo-lhe os cheiros,
Permanece virgem,
E o filho também...
Oh vírgens perdei-vos,
P’ ra terdes direito
A essa virgindade
Que só as mães têm!


Poema-Mário de Andrade (bras.)
Escultura-Bruno Lucchesi ( itali.)

M.A.

4 comentários:

Fatima disse...

Amélia a sua filhota dizia que mãe é um cargo vitalício, não é?
Grande definição essa!
E grande poema este!

Fatima disse...

Amélia neste dia da mãe, mando um xi coração muito especial para si!
Feliz dia da mã, a todas as visitantes deste blog

Anónimo disse...

Francisca
É um pouco tarde, mas não quero deixar passar este dia sem mandar uma mensagem de bem hajam às mães, a todas que me estão próximo e às outras que merecem esse nome de "mãe".

Fernando disse...

Uma situação real:
Uma mulher chamada Maria foi renovar a sua carta de condução.
Pediram-lhe para informar qual era a sua profissão...Ela hesitou, sem saber bem como responder.
O que eu pergunto é se você tem um trabalho?,insistiu a funcionária, como se classificar.
“Claro que eu tenho um trabalho!”,exclamou Maria.

“Eu Sou mãe!!!”.

“Nós não consideramos 'mãe' um trabalho. Vou colocar "Prendas do Lar”,disse friamente a funcionária.
Não sei o que me fez dizer isto; mas as palavras, simplesmente, saltaram-me da boca:

“SOU DOUTORA EM DESENVOLVIMENTO INFANTIL E EM RELAÇÕES HUMANAS”.

A funcionária fez uma pausa e, com a caneta de ouro no ar, olhou-me numa atitude que parecia dizer-me não ter ouvido bem:?!?!?!?!
Eu repeti pausadamente,
enfatizando as palavras mais significativas.
Então reparei, maravilhada,
como ela ia escrevendo,
com tinta preta, no questionário oficial.
!?!?!?!?!?!?!?!?!
Depois de preenchido o formulário,
virou-se para mim e com novo interesse disse:
“Posso perguntar!?!?!?... o que
a Senhora faz exactamente?”

Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder:
“Eu desenvolvo um programa a longo prazo(qualquer mãe faz isso),no laboratório e no campo experimental(normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).”
SOU RESPONSÁVEL POR UMA GRANDE EQUIPE (minha família),e JÁ RECEBI VÁRIOS PROJECTOS(minhas filhas).
Trabalho em regime de dedicação exclusiva,o grau de exigência é de cerca de 14 horas por dia(para não dizer 24 horas).
Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira nas alturas, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com 3.
No chão, tentando se mover,pude ouvir o meu novo rebento(um bebê de onze meses),testando uma nova tonalidade de voz.
Senti-me triunfante! Maternidade..que carreira gloriosa!
Assim, as Avós deviam ser chamadas “Doutoras-Séniores em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas”.
As Bisavós:“Doutoras-Executivas-Séniores”.
E as Tias: “Doutoras-Assistentes”.
""A minha homenagem carinhosa a
todas as mulheres, mães, esposas,
amigas ou companheiras.
Doutoras na Arte de fazer a vida melhor""

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização