Como tudo começou

30/10/08

A Roda dos Alimentos é uma representação gráfica, criada pelos portugueses em 1977 no âmbito da Campanha de Educação Alimentar "Saber comer é saber viver", que ajuda a escolher e combinar os alimentos que deverão fazer parte da alimentação diária.É um símbolo em forma de círculo que se divide em segmentos de diferentes tamanhos que se designam por Grupos e que reúnem alimentos com propriedades nutricionais semelhantes. Mas, em muitos outros países a roda dá lugar à pirâmide dos alimentos, que na opinião dos especialistas nacionais não representa aquilo que deve ser uma alimentação saudável, ou seja, completa, equilibrada e variada. É que a pirâmide hierarquiza os alimentos, dando assim mais importância a uns que a outros. E isto não está correcto, pois deve-se dar igual importância a todos os alimentos.A evolução dos conhecimentos científicos e as diversas alterações na situação alimentar portuguesa conduziram à necessidade da sua reestruturação. A nova Roda dos Alimentos agora apresentada mantém o seu formato original, pois este é já facilmente identificado e associa-se ao prato vulgarmente utilizado. Foram ainda objectivos desta reestruturação a promoção dos valores culturais e sociais dos portugueses ao promoverem-se produtos tradicionais como o pão, o azeite ou as hortícolas. Além disso, foram considerados objectivos pedagógicos e nutricionais. A nova versão subdivide alguns dos anteriores grupos e estabelece porções diárias equivalentes, para além de incluir a água no centro desta nova representação gráfica.ConstituiçãoAntigaExistiam 5 grupos de alimentos sem indicação das porções recomendadas por dia. Os grupos de alimentos eram os seguintes:


A roda dos alimentos actualÉ composta por 7 grupos de alimentos de diferentes dimensões, os quais indicam a proporção de peso com que cada um deles deve estar presente na alimentação diária:


Embora não possuindo um grupo próprio, a água assume a posição central na nova roda dos alimentos. Por ser um bem tão essencial à vida, recomenda-se o seu consumo diário na ordem dos 1,5 a 3 litros.

Wikipedia

3 comentários:

pedro oliveira disse...

Eu bebo pouca água,talvez nem a um litro chegue.Sei que é uma questão de hábito,mas pronto.
Ainda me lembro de aprender a roda dos alimentos na escola.Esta actualização parece-me mais equilibrada.

Pepper disse...

Eu não consigo beber muita àgua! Fico súper inchada.
Ainda me lembro de aprender isto no 5º ano e ter que fazer uma roda em casa com colagens.

Bjinhos

M.A. disse...

A base de uma boa saude é justamente uma boa e diversificada alimentação. É sempre bom relembrar como se compõe a roda dos alimentos.

Sociedade de Instrução Musical e Escolar Cruz Quebradense

Localização

Localização
Localização